O LUTO E SEUS DESDOBRAMENTO
Coord.: Rachel Sztajnberg
Horário: 4ª. feira, de 8h30 as 10h
Periodicidade: Semanal
Duração: Anual

Programa: A experiência existencial humana é atravessada por lutas e lutos. Da primeira, sabemos que ela constitui a exigência de trabalho que o psiquismo impõe ao sujeito ao longo de toda sua existência, quer no sono, quer na vigília. Os lutos também se presentificam desde os começos, seja via o mítico objeto perdido, seja a desilusão que sucede à onipotência narcísica. Diante do desamparo no qual o sujeito é projetado, a salvação reside no reconhecimento do outro e da exterioridade. Ao deixar de ser único, a entrada na cultura deve-se à filiação que é aceita, desde que se disponha à renúncia da satisfação pulsional sem freios.

A relação sujeito-cultura, no entanto, é sempre acidentada, seus projetos antagônicos. A sofisticação das ferramentas desenvolvidas para “ganhar” e manipular o homem contemporâneo tem repercutido para inibir cada vez mais seu senso crítico, sua capacidade seletiva, tornando frágil sua potencialidade para oferecer resistência aos “produtos” que levianamente servem mais aos interessados perversos do sistema do que a um verdadeiro aprimoramento da humanidade. Sentindo-se impotente para reverter esse quadro, o homem de nossos dias desanima, adoece física e mentalmente, melancoliza, destrói, se mata. Que instrumentos dispomos para lidar com esses que agora nos abordam procurando uma saída dessa estrutura viciada?

Winnicott e os que nele se inspiram serão os autores privilegiados numa primeira etapa desse percurso, que pretende partir do subjetivo e chegar às suas expressões sócio-culturais.

 


Bibliografia:

-          Rene Roussillon – Atualidade de Winnicott. Revista Trieb, no. 9-2010

-          Winnicott – Psicanálise e o sentimento de culpa. O ambiente e os processos de maturação

-          Winnicott – A capacidade para preocupar-se

-          Pontalis, J. B. – Perder de vista

-          René Roussillon – Paradoxos e situações limites da psicanálise

-          Elisa Cintra – Sobre luto e melancolia: uma reflexão sobre o purificar e o destruir

-          Karina Barone – O trabalho do luto à luz dos fenômenos transicionais

-          Melanie Klein – Luto e suas relações com os estados maníaco-depressivos. Amor, culpa e  reparação

-          Pondé – Hamlet e melancolia. Youtube

-          filme Shetter Island. Martin Scorsese

 


Valor do curso para membros da SPCRJ: 10 x R$ 90,00 

Valor do curso para não membros: 10 x R$ 160,00

 


_____________________________________________________________________

 

* As inscrições podem ser feitas através de depósito bancário - BANCO ITAÚ S/A. Agência nº8598, Conta nº: 06355-3. Sociedade de Psicanálise da Cidade do Rio de Janeiro - SPCRJ. CNPJ nº: 42.132.233/0001-98. É necessário envio do comprovante para o email secretaria@spcrj.org.br, informando nome completo, telefone de contato e a qual curso ou evento refere-se o pagamento. Em caso de dúvidas, entre em contato conosco através dos telefones 2512-2265/2239-9848/97939-9418.

<< Voltar
Rua Barão de Ipanema, nº 56 - Grupo 801 - Copacabana - RJ - CEP 22.050-032
Tel.: +55 21 2512-2265 - Tel/Fax: +55 21 2239-9848
Tel.: +55 21 97939-9418
Horário de funcionamento: das 08 às 23 horas (de segunda a sexta-feira)
secretaria@spcrj.org.br
Todos os direitos reservados. Produzido por AG Studio