INFÂNCIAS NA CONTEMPORANEIDADE - A SEXUALIDADE DA CRIANÇA: O QUE SE COLOCA COMO ‘TRANS’ PARA O FALASSER
Coord.: Katia Geluda e Suely Figueiredo Marques
Horário: 6ª. feira, de 12h às 13h30
Periodicidade: Quinzenal

Programa:

“Dizem que sou um menino, eu sei que sou uma menina”.

Na clínica orientada pela Psicanálise, nos afirma Daniel Roy, podemos perceber uma diferença entre as  crianças que se interrogam sobre o seu sexo concernidas a uma relação não dialética entre o sujeito e o  Outro que impacta diretamente sobre o corpo, e aquelas que, apoiadas na dialética dos sexos, nos dizem  que querem se vestir como o outro sexo. Considerando que há uma evidência do lugar do desejo o Outro  na sexuação do falasser, no primeiro caso, estamos diante de uma recusa à inscrição simbólica que  recebeu do Outro porque esta é insuportável.

Como se dá o processo de sexuação na infância! Como cada criança subjetiva seu sexo!

Em que tempo, que critérios devemos considerar para reconhecer uma criança como transgênero num momento em que cada vez mais o falasser está demandando uma mudança de sexo!

Num mundo em que reina a ideia de satisfação imediata, como ajudar as famílias neste processo!  Convidamos os interessados a discutirem o tema tão instigante e atual.

Seminário auto-gerido

 

Cronograma: 

Março: 9 e 23;

Abril: 6 e 20;

Maio: 4 e 18;

Junho: 8 e 22

Julho: 6

Agosto: 3, 17 e 31

Setembro: 14 e 28

Outubro: 19

Novembro: 9 e 23

Dezembro: 7


 

Bibliografia:

1.    Revista Papéis de Psicanálise – Como o sexo chega às crianças vol 1 número 1 2004

1.    O trauma, a linguagem e o sexo – Sandra Maria espinha de Oliveira – p.15 a 20

2.    Ensaio e caso clínico – Cristina Drummond p.29 a 36

3.    Duas contribuições ao tema – Suzana Faleiro p. 43 a2- 48

4.    A sexualidade infantil segundo Freud Ana Lydia Santiago (relatora) p.71 a 76

2.    Mais além do Gênero: o corpo adolescente e seus sintomas

1.    trans: sexo e gênero na idade da infância Daniel Roy p.177 a 188

2.    Todo patinho é torto Alexandre Costa Val e outros p.161 a 169

3.    Lacan e a teoria queer: mal-entendidos e desconhecimentos Fabian Fajnwalks p. 22 a 42

4.    Hermafroditismo verdadeiro: desejos cruzados entre familiares e clínicos – Cristina Vidigal p. 170-176  Um filme: Tomboy

 


Valor do curso para não membros: 10 x R$ 40,00


 

_____________________________________________________________________

 

* As inscrições podem ser feitas através de depósito bancário - BANCO ITAÚ S/A. Agência nº8598, Conta nº: 06355-3. Sociedade de Psicanálise da Cidade do Rio de Janeiro - SPCRJ. CNPJ nº: 42.132.233/0001-98. É necessário envio do comprovante para o email secretaria@spcrj.org.br, informando nome completo, telefone de contato e a qual curso ou evento refere-se o pagamento. Em caso de dúvidas, entre em contato conosco através dos telefones 2512-2265/2239-9848/97939-9418.

<< Voltar
Rua Barão de Ipanema, nº 56 - Grupo 801 - Copacabana - RJ - CEP 22.050-032
Tel.: +55 21 2512-2265 - Tel/Fax: +55 21 2239-9848
Tel.: +55 21 97939-9418
Horário de funcionamento: das 08 às 23 horas (de segunda a sexta-feira)
secretaria@spcrj.org.br
Todos os direitos reservados. Produzido por AG Studio